sábado, 31 de outubro de 2009

Ainda não voltei...

Deste que ela partiu não voltei a Arcos,
à terra que o meu pai adorava,
onde fomos todos tão felizes no passado...

4 comentários:

Leonor Lourenço disse...

As saudades, a memória, são como uma brisa no rosto, sentimos e não vemos . Beijinho da Leonor

Arabica disse...

Há sítios que ficam dentro de nós.
Por isso, não voltamos lá.

Um beijinho, Marina.

triliti star disse...

se um dia tiver que acontecer...


um beijo

mili disse...

Passado! passado que continua presente nos nossos corações, com muita saudade.